NOTÍCIAS

29/10/2015

Donut, nova fórmula, nova embalagem

Os Donuts, quase obrigatórios no mix de produtos das panificadoras, são elaborados nos formatos de anéis ou rosca (com cobertura e confeitos coloridos) e shell (redondo com recheio), os mais apreciados. 

"No Brasil os sabores preferidos são: creme confeiteiro, chocolate, brigadeiro, doce de leite, coco e morango, bastante atrativos para o consumidor e, arriscaria dizer, sinônimo de alegria", ressalta Maria Célia Costa, Gerente de Produto Panificação da Puratos.

O novo Tegral Donut agora vem em caixas com 6 pacotes de 2 kg , e cada pacote rende 60 donuts de 50 gramas.

"O consumidor moderno está mais exigente, busca novos sabores, frescor, diferenciação em formatos, exatamente o que oferece a nova fórmula do Tegral Donut, que faz Donuts e outras delícias com a cara do Brasil, como Sonho e Calça Virada, com a praticidade que o confeiteiro necessita", completa Maria Célia.

Hoje mais de 1,8 bilhão de Donuts são consumidos no mundo e a tendência de crescimento traz essa possibilidade às panificadoras brasileiras. 

Curiosidade: há controversas na origem do Donut, mas uma das mais citadas é de que o primeiro donut com "buraco" foi invenção de um indivíduo de origem americana, Hanson Gregory em 1847, com apenas 16 anos. Segundo ele, enquanto fazia uma viagem em um navio, fez um buraco no meio de um "dough" (pequeno bolo feito de massa de cereais, farinha e água), com a ajuda de um frasco de pimenta do navio. Afirmou ter ensinado a técnica à sua mãe, que começou a fazer os seus "doughs" da mesma forma, os quais rapidamente ganharam grande aceitação pela comunidade. A criação do buraco no donut tornou-se popular nos Estados Unidos e proporcionou a Gregory a honra de ter uma placa de bronze no lugar da sua casa natal, em Rockport, estado do Maine.